Você está em:

Diamantina / São Gonçalo do Rio das Pedras

Caminho dos Diamantes
 O viajante inicia o trecho numas das cidades mais importantes da era colonial brasileira, Diamantina, cuja fama começa com a descoberta de diamantes por volta de 1730. Nos dias de hoje, a cidade mescla história e modernidade através de suas igrejas centenárias, artesanatos fascinantes e casarios coloniais, sendo estes locais que serviram de moradia para importantes personagens da história mineira. A cidade ainda conta com infra-estrutura completa para receber o viajante, apresentando, além disso, singulares atrativos que, em conjunto com os demais, não se deve deixar de conhecer! O caminho dos escravos, as belas grutas e cachoeiras, além do povoado de Biribiri são uma ótima escolha. Entre Diamantina e São Gonçalo do Rio das Pedras, a singularidade, mais do que especial, é representada pela própria estrada, toda esta percorrida no alto da Serra do Espinhaço, tornando o belo cominho um local obrigatório para fotos, além disto, o imponente Pico do Itambé acompanha o percurso, sendo um ponto de referência de grande beleza. A Gruta do Salitre cuja entrada se localiza próxima ao marco 251 é também um atrativo interessante. No meio do percurso encontra-se o pequeno povoado de Vau, cujo seu pequeno tamanho o torna bem atrativo, possui infra-estrutura de apoio ao turista, a Vila Real. Após deixar o vilarejo, pelo menos duas paradas são praticamente obrigatórias: O antigo calçamento de pedra utilizado pelos tropeiros e a ponte que corta o Rio Jequitinhonha, datada do século XVIII, que formam, juntamente com a natureza local, belas paisagens. O percurso em si é, em sua maior parte, caracterizado por descidas, o que acaba facilitando para o viajante, principalmente por sua distância de 33 km. O trecho chega ao fim no povoado de São Gonçalo do Rio das Pedras, com infra-estrutura turística e que nasceu com a exploração do ouro em meados do século XVIII. Atualmente o local apresenta como ponto forte o clima tranqüilo, a capela do Rosário, a Igreja Matriz e suas belas cachoeiras, sendo que uma delas fica ao lado do povoado, com cerca de 70 metros de desnível, caracterizando a localidade como ponto primordial de visita. 

INFORMAÇÕES DE TRECHO

Dificuldade Física: Nível 5
Dificuldade TÉCNICA: Nível 5
DISTÂNCIA TOTAL: 33 KM
PRESENÇA DE SOMBRA: NÃO
distância em desciDa: 16 KM
DISTÂNCIA EM SUBIDA: 14 KM
INC. MÉdia das subidas: 8 %
TRECHOS
Os roteiros planilhados oferecem ao turista a possibilidade de percorrer os quatro caminhos de acordo com sua disponibilidade.
Aqui você encontra todas as direções que deverão ser tomadas no percurso, com base nos marcos da Estrada Real. Boa Viagem!
DOWNLOAD ALTIMETRIA
Compartilhe esta página: